segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Muros, para que servem?





Muros, para que servem?

Começou lá atrás...

Idéia infeliz!

Vários pensamentos infelizes!

----Vamos nos separar.
----Vão nos roubar.
----Não quero ter contato.

Podemos quebrar esse velho paradigma?

Casas sem muro, talvez sim, talvez não.
Corações sem muros, sim!


O "Maior do Mundo" pede passagem!

Um comentário:

Cacau Jafet disse...

Oi Amiga! Adorei seus textos, você é poeta! Parabéns
bjinnn